Notícias

Você sabe quanto você ganha em cada serviço prestado? Você sabe quanto seu salão lucra no final do mês?

01-08-2017

Saber essas respostas pode lhe ajudar, além de manter seu negócio vivo, a definir descontos, preço de serviços e avaliar investimentos futuros.

Acontece que a maioria de responsáveis por negócios de beleza e estética e autônomos ou não sabem como calcular ou não possuem tempo para isso. Vamos mostrar de um jeito simples como calcular o lucro de serviços de um salão de beleza, spa ou uma clínica de estética.

Calculando o faturamento:

Se você já opera esta parte não é tão difícil. Basta saber quanto você faturou em um determinado período – dia, semana ou mês e somar todos esses valores. Se quiser fazer uma analise por serviço basta somar de forma especifica cada serviço. Por exemplo, em um mês você vendeu mil reais de corte e 2 mil de unha, totalizando 3 mil reais.

Agora, se você está apenas planejando o futuro você pode fazer essa conta da seguinte forma:

1 – Levante sua capacidade em cada serviço por dia (por exemplo, quantos funcionários você tem ou a duração de um procedimento estético)

2 – Defina o preço de cada serviço

3 – Estime quanto de cada serviço você venderá por dia  (lembre-se de respeitar sua capacidade e saiba que dificilmente você terá 100% da agenda cheia. Até porque um profissional pode realizar mais de um serviço)

4 – Multiplique a quantidade de cada serviço com seu respectivo preço. Esse será seu faturamento diário estimado. Agora basta multiplicar pelo número de dias do período – se for 1 semana 7 dias (7X), se for 1 mês (30X). Lembre-se dos domingos, feriados e segundas.

Comece levantando os custos:

Existem dois tipos de despesas:

• Custo fixo – Tudo aquilo que você gasta todo mês para se manter operando independente de serviços prestados. Ou seja, esse custo não varia significativamente se você vende 1 ou 100 serviços no mês. Por exemplo, aluguel, conta de luz e etc.

• Gastos variáveis – São todos os custos diretamente ligados com o tipo e a quantidade de serviço que você presta. Por exemplo, um serviço de depilação a laser tem um custo diferente de um corte de cabelo.

Outras despesas variáveis – como marketing – devem ser tratados como um orçamento fixo mensal alocado em seu custo fixo. Dessa forma fica mais simples calcular seus custos.

Calculando os custos fixos:

Comece levantando tudo àquilo que você gasta todo mês:

• Aluguel + condomínio (se houver)

• Luz

• Água

• Telefone

• Internet + tv

• Software de gestão especializado

• Assinaturas de revistas

• Contador

• Impostos (Máquina de cartão, tarifas de conta bancária, tarifas de cartão de crédito, folha de pagamento. Aproximadamente 14%)

• Benefícios VA+VR+VT

• Provisão 13º

• Remuneração CLT (assistente, recepcionista e outros funcionários)

• Pro Labore (remuneração de sócios)

• IRRPF SÓCIOS

• INSS SÓCIOS

• Materiais de limpeza

• Materiais de escritório

• Treinamento e capacitação

• Marketing e publicidade

• Segurança

• Orçamento para despesas emergenciais

Você deve tentar manter os custos fixos o mais baixo possível. Aqui é onde previsivelmente você terá gasto. Uma boa régua para saber se você está bem ou não é manter os custos fixos abaixo dos 40%.

Calculando os gastos variáveis:

Agora os demais gastos relacionados a cada serviço. Exemplo:

Se você quiser pode ser feita a média de todos os serviços. O ideal é que você consiga levantar exatamente o custo variável de cada serviço. Dessa forma sua analise ficará mais elaborada.

Calculando o lucro de um serviço:

Subtraia o preço do seu serviço pelo custo variável relacionado a ele (comissão, taxas/impostos diretos, custo de material). Simples assim!

Calculando o lucro de toda empresa:

Você pode calcular tanto seu lucro diário, semanal ou mensal. Basta calcular os dias em questão.

1 – Soma-se todo o faturamento no período

2 – Soma-se todos os custos fixos mensais (Se for na semana, divida por 4)

3 – Levante todo o custo variável e some com os custos fixos(2)

4 – Subtraia o faturamento dos custos fixos + variáveis

5 – Este será seu lucro

Dicas finais:

É muito importante ter os custos e gastos muito bem controlados. Assim como todo o faturamento da empresa. Com esses dados em mãos é possível saber, por exemplo, qual serviço vendeu mais, qual vendeu menos e, dependendo, saber que tipo de serviço sai mais em determinado dia da semana.

Com esse conhecimento você pode saber se vale a pena ou não eliminar um serviço, aumentar um preço ou qual o preço mínimo em uma promoção sem afetar seu lucro no final do mês. Por exemplo, você pode abaixar um preço de um serviço muito caro e não ter lucro, mas adicionar em um combo um serviço barato que você tem muito lucro.

Sindibeleza © 2017 | desenvolvido por genericapontocom