Notícias

Você nasceu para trabalhar em um salão de Beleza?

24-07-2017

Os profissionais dessa área tem mais do que o trabalho de lidar com a aparência das pessoas: eles lidam diariamente com a autoestima e o bem-estar de seus clientes. Nesta área, como já é de se imaginar, os profissionais conhecem inúmeras técnicas para transformar o visual das pessoas. Mas para trabalhar na área, não basta entender de produtos e tratamentos: o trabalho também está centrado em criar e manter boas relações com uma variedade enorme de clientes e, por isso, várias outras habilidades são exigidas de quem exerce alguma profissão na área.

Você está pensando em seguir carreira na área da beleza? Antes de tomar uma decisão definitiva, você precisa saber se tem o perfil e as características essenciais para seguir no setor. Por isso, preparamos este artigo que vai ajudar você a entender se nasceu ou não para trabalhar no ramo da beleza.

Confira:

Você tem o que é necessário para trabalhar em um Salão de Beleza?

1. Você é comunicativo?
Você vai lidar com vários tipos de clientes, dos mais extrovertidos aos mais tímidos, e é preciso saber lidar com eles. Além disso, você precisará ter a habilidade de entender o que o cliente quer e de expressar o que você pode fazer para ajudá-lo.
Eis uma lista de algumas das situações que você vai enfrentar escolhendo uma profissão do setor:
• Cumprimentar os clientes pessoalmente;
• Atender e responder a perguntas no telefone;
• Conversar com os clientes sobre uma grande variedade de tópicos, tais como estilo de vida, preferências de estilo de cabelo, técnicas de aplicação, novos produtos e tendências;
• Conversar com assistentes, fornecedores e supervisores;
• Dar apoio e resolver conflitos com os clientes.

2. Você tem facilidade de trabalhar em equipe?
É bem provável que em seu ambiente de trabalho você vá conviver com colegas de profissão.
Você acha que está apto a conviver de maneira pacífica e integrada com os outros funcionários?
Profissionais do ramo de beleza precisam ter a habilidade de trabalhar de forma independente para realizar tarefas, mas também devem saber lidar com as colegas de profissão.
O cotidiano de um funcionário da área também envolve participar de discussões formais sobre processos de trabalho e informar ou demonstrar como as tarefas são realizadas para novos funcionários.

3. Você tem boas habilidades de leitura e compreensão?
Pode parecer uma pergunta estranha, mas se você for trabalhar no setor de beleza, precisará diariamente, por exemplo, ler instruções e precauções nos rótulos dos produtos, manuais de procedimentos, artigos em revistas do setor para se manter informado de tendências, e etc.
É preciso sim ter essa habilidade.

4. Você gosta de estudar e sempre continuar aprendendo?
É preciso manter-se atualizado com a mudança de tratamentos e novos produtos, e por isso, é preciso estar motivado a ler artigos e analisar imagens, vídeos, notícias na mídia em geral.
Além disso, é preciso freqüentemente participar de feiras, treinamentos e cursos de atualização. Afinal, este mercado muda muito e muito rápido.

5. Você consegue separar a sua vida pessoal da profissional?
Não é sempre que a gente acorda de bom humor. E também não é sempre que nossa vida pessoal está bem. Mas um profissional de beleza deve estar apto a guardar para si os próprios problemas, sem que algo reflita em sua clientela.
Por exemplo, às vezes o profissional de beleza teve um dia difícil, um problema na família, bateu o carro, ou algo do gênero. Em todos os exemplos, é preciso saber manter o autocontrole para que o atendimento continue de excelência, sem deixar que isto atrapalhe o seu dia profissional.

6. Você tem bom senso?
Como já dissemos, um profissional da área de beleza entende de uma infinidade de produtos e tratamentos. Mas não basta conhecer, é preciso ter sensibilidade para saber quando aplicar.
Por exemplo, imagine que você é cabeleireiro. Em um dos horários marcados, uma de suas clientes com um cabelo bastante sensível e quebradiço pede um procedimento químico de transformação. Você deve ter sensibilidade em saber se realmente será possível seguir com o tratamento e, se não, é preciso ter bom senso na forma de comunicar com o cliente.

Veja outras situações comuns que exigem sensibilidade do funcionário:
• Solicitar a ajuda de colegas de trabalho quando em atraso;
• Selecionar ferramentas e produtos para tratamentos específicos;
• Avaliar o desempenho de produtos;
• Determinar se o pedido ou a escolhas do cliente é adequada ao que ele realmente necessita.
• Encontrar informações sobre as tendências da moda, observando clientes;
Respondeu sim para essas questões? Então, é bem provável que o ramo de beleza é realmente o certo para você.

 

Sindibeleza © 2017 | desenvolvido por genericapontocom